Quick Tip – Hush: A Morte Ouve

Vou estrear hoje esse tipo de post que trará textos menores com dicas rápidas e objetivas de filmes, livros ou jogos. Afinal, demoro um pouco a escrever os outros textos, já que tento sempre me aprofundar no assunto e trazer informações interessantes pra vocês. Então Quick Tip será um post mais curto e, espero, mais frequentes aqui no Xeretando.


Hush: A Morte Ouve é um filme americano de 2016 e em inglês seu nome é somente Hush (pessoal adora inventar moda na hora de traduzir os títulos não é? “O Baralho do Barulho” alguém já viu? Senão entendeu a piada corre lá nesse vídeo do Parafernalha, Nome do Filme, para rir um pouco). O filme é um terror psicológico que gira em torno da personagem Madie, uma escritora que devido a uma doença na infância se tornou surda e muda. Além disso, ela mora sozinha em uma cabana isolada, o que dificulta ainda mais sua situação quando um psicopata ameaça matá-la.

Pôster do filme Hush.

Poster do filme.

A história toda se passa no interior e entorno da pequena casa e eu achei o seu desenrolar criativo pois a princípio não imaginei que tanta coisa poderia acontecer apenas ali. Eu identifiquei só uma situação bem clichê no enredo, mas nada que afetasse minha opinião sobre o filme e houve várias surpresa. Outro ponto interessante é que podemos entrar ao menos um pouquinho no universo das pessoas surdas e mudas e ver como as coisas são adaptadas para elas. É possível até aprender algumas palavras na língua dos sinais (como contador de histórias, beijar e até bitch, que é apenas uma brincadeira no filme e não um xingamento :mrgreen: ).

Algo que influencia muito no meu julgamento do filme é o final, e Hush teve um final bom. Para ficar mais claro eu considero que o filme teve um final ruim quando: os acontecimentos não são explicados, o vilão sem nenhum motivo resiste a diversos ataques e ainda mata todo mundo, nada é resolvido e não haverá continuação para concluir a história e coisas desse tipo.

Falando nos atores eu não vi ninguém famoso mas gostei da atuação dos artistas. Uma curiosidade é que a protagonista, Kate Siegel, é também escritora da história, junto com seu marido Mike Flanagan, que é o diretor.

Por fim, o filme não é muito violento, pelo menos não achei nada exagerado, não é nenhum Sexta-feira Treze ou Premonição.

Hush teve boas avaliações nos sites de críticas Rotten Tomatoes e Metacritic, e também em jornais e revistas. Além disso Stephen King, meu escritor preferido de todos os tempos (ainda tenho que escrever sobre ele) postou em seu twiter:

How good is Hush? Up there with Halloween and, even more, Wait Until Dark. White knuckle time. On Netflix” (O quão bom é Hush? É tão bom quanto Halloween e, até mais, quanto Um Clarão nas Trevas. Hora de sentir medo. No Netflix.)

Então, se você gosta de um terror mais leve, inteligente, ouça as recomendações e dê uma chance a Hush. Como já disse King, para quem assina Netflix o filme está disponível lá.

Para quem quiser conferir o trailer primeiro esse aqui é bem curtinho e não dá nenhum spoiler   .

Até mais!

Compartilhe / Share
Google+WhatsAppFacebook

4 thoughts on “Quick Tip – Hush: A Morte Ouve

  1. Tainá Souza

    Eu não sou muito chegada a filmes de terror, mas a forma como fala sobre Hush me deixou curiosa para assistir! O fato de a personagem ser surda e muda também: estou estudando Libras na faculdade hahaha e meu professor está fazendo doutorado sobre a linguagem dos surdos-cegos! Imagino que seja um filme muito interessante e confesso que já vou procurar e assistir! Rsrs
    Beijo grande!

    Reply
    1. Pri Post author

      Oi Tainá, acredito que irá gostar do filme sim, é bem interessante essa questão da deficiência da personagem e o filme não é nenhum Sexta feira treze, xD
      Abraços!

      Reply
    1. Pri Post author

      Que bom Marcelo, alguns colegas meus também disseram que gostaram, então quem não viu vale a pena mesmo.
      Abraço

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *